Segunda-feira, 30 de Dezembro de 2013

 

Cão mineiro.

 

in Cão Noturno perseguido por Glossário Canino, escreveu Paulo Moreira Lopes, ilustrou Rui SousaEuedito, página 27.


Índice:

publicado por Paulo Moreira Lopes às 23:39
Segunda-feira, 30 de Dezembro de 2013

- Já viste?! Os talheres estão todos arrumados e no sítio certo.

- É verdade. E também é verdade que se fosses mulher terias aproveitado para pôr os talheres na mesa, agora que vamos almoçar, em vez de os colocares todos na gaveta.

- Não te preocupes! Eu aguento bem com as tarefas de ser homem.

 

Começa por pedir ajuda nas tarefas e depois já quer que mudemos de sexo. 

 

Vila Nova de Gaia, 30 de dezembro de 2013.



publicado por Paulo Moreira Lopes às 14:06
Domingo, 29 de Dezembro de 2013

 

Ao primeiro som podia parecer que a Beatriz fosse de Sendim, mas não. É natural de Santo Ildefonso e vive em Campanhã. Por isso, nada de confusões entre o nome daquela terra e o seu apelido: Sendin. E também nada de confusões entre a Beatriz economista e a Beatriz artista. Vivem em realidades diferentes, sendo certo que foi a atividade profissional da primeira que levou a segunda a criar um outro mundo. Isto da imaginação, quem sabe se espevitada durante os espetáculos que assistiu no Coliseu durante a infância e a adolescência, dá pano para laços e abraços. 



publicado por Paulo Moreira Lopes às 22:29
Domingo, 29 de Dezembro de 2013

 

Cão que se dedica à lavoura.

 

in Cão Noturno perseguido por Glossário Canino, escreveu Paulo Moreira Lopes, ilustrou Rui SousaEuedito, página 25.


Índice:

publicado por Paulo Moreira Lopes às 11:20
Domingo, 29 de Dezembro de 2013

Fiel da balança da povoação, a Chona representava ali o cepticismo do suor alugado.

 

Miguel Torga, in Vindima, 5.ª edição, página 7.



publicado por Paulo Moreira Lopes às 00:44
Domingo, 29 de Dezembro de 2013

Só a Júlia Chona é que não se deixou seduzir pela miragem, e disse alto e bom som que antes queria morrer de fome em Penaguião, de costas direitas, do que estoirar com moscatel, de cadeiras derreadas, no Doiro.

 

Miguel Torga, in Vindima, 5.ª edição, página 7.



publicado por Paulo Moreira Lopes às 00:43
Sábado, 28 de Dezembro de 2013

 

Cão com estacas.

 

in Cão Noturno perseguido por Glossário Canino, escreveu Paulo Moreira Lopes, ilustrou Rui SousaEuedito, página 21.


Índice:

publicado por Paulo Moreira Lopes às 16:10
Sexta-feira, 27 de Dezembro de 2013

 

Cão abstémio[1].

 

in Cão Noturno perseguido por Glossário Canino, escreveu Paulo Moreira Lopes, ilustrou Rui SousaEuedito, página 17.



[1] Ver também significado atribuído por Francisco Duarte Mangas e João Pedro Mésseder in Breviário da Água, Editorial Caminho, 2004, página 56.


Índice:

publicado por Paulo Moreira Lopes às 15:00
Quinta-feira, 26 de Dezembro de 2013

É uma eira de palha moída.

 

Miguel Torga, in Vindima, 5.ª edição, página 7.



publicado por Paulo Moreira Lopes às 08:59
Quinta-feira, 26 de Dezembro de 2013

Também o rio já não tem cachões, afogados em albufeiras de calmaria.

 

Miguel Torga, in Vindima, Prefácio à tradução inglesa, 5.ª edição.



publicado por Paulo Moreira Lopes às 08:56
São factos do quotidiano, aparentemente sem qualquer importância, aos quais o autor dá a relevância do absoluto, do todo. É a sua obra-prima, sem prejuízo de outro entendimento.
mais sobre mim
Dezembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
13
14

19
20

23

31


Histórias mal contadas (Pré-publicação)
pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO
Visitantes