Sexta-feira, 28 de Fevereiro de 2014

Os olhos secos da Montanha, fundos como as fontes de chafurdo, arregalavam-se de espanto diante da levada de oiro (rio Pinhão).

 

Miguel Torga, in Vindima, 5.ª edição, página 12.



publicado por Paulo Moreira Lopes às 17:34
Sexta-feira, 28 de Fevereiro de 2014

Paços, Sabrosa, Vilarinho e Celeirós, - patamares de descanso na grande escadaria.

 

Miguel Torga, in Vindima, 5.ª edição, página 12.



publicado por Paulo Moreira Lopes às 15:04
Quinta-feira, 27 de Fevereiro de 2014

De irreal e sonolenta, abriu-se numa claridade desperta e bisbilhoteira que mostrava o mundo na sua inteira crueza.

 

Miguel Torga, in Vindima, 5.ª edição, página 11.



publicado por Paulo Moreira Lopes às 14:54
Quinta-feira, 27 de Fevereiro de 2014

Depois de alguns momentos de indecisão, a luz da alvorada transpôs resolutamente o abismo cavado entre a noite e o dia.

 

Miguel Torga, in Vindima, 5.ª edição, página 11.



publicado por Paulo Moreira Lopes às 14:53
Quarta-feira, 26 de Fevereiro de 2014

Amanheceu-lhes em Panóias, o pergaminho mais autêntico e antigo que a Montanha tem das suas relações com o transcendente.

 

Miguel Torga, in Vindima, 5.ª edição, página 10.



publicado por Paulo Moreira Lopes às 14:45
Quarta-feira, 26 de Fevereiro de 2014

Cada palmo percorrido era uma ruga a menos, na alma e no corpo.

 

Miguel Torga, in Vindima, 5.ª edição, página 10.



publicado por Paulo Moreira Lopes às 14:41
Terça-feira, 25 de Fevereiro de 2014

À medida que iam andando, a jogar à cabra-cega com as fragas, a aldeia, cada vez mais distante e cingida ao seu bioco de colmo, lembrava uma mãe abandonada.

 

Miguel Torga, in Vindima, 5.ª edição, página 10.



publicado por Paulo Moreira Lopes às 14:35
Terça-feira, 25 de Fevereiro de 2014

Poucos se resignavam a rilhar couves galegas, sem azeite, semanas a fio…

 

Miguel Torga, in Vindima, 5.ª edição, página 9.



publicado por Paulo Moreira Lopes às 14:33
Segunda-feira, 24 de Fevereiro de 2014

Riram-se, no fundo invejosos daquele orgulho de seixo rebelde.

 

Miguel Torga, in Vindima, 5.ª edição, página 9.



publicado por Paulo Moreira Lopes às 14:32
Segunda-feira, 24 de Fevereiro de 2014

Saíram de Penaguião um domingo de madrugada, debaixo de um céu estrelado que era um altar.

 

Miguel Torga, in Vindima, 5.ª edição, página 9.



publicado por Paulo Moreira Lopes às 14:30
São factos do quotidiano, aparentemente sem qualquer importância, aos quais o autor dá a relevância do absoluto, do todo. É a sua obra-prima, sem prejuízo de outro entendimento.
mais sobre mim
Fevereiro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
14
15

17
18
21
22



Histórias mal contadas (Pré-publicação)
pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO
Visitantes