Sexta-feira, 30 de Dezembro de 2016

Um homem com barba gosta de dar tempo ao tempo.



publicado por Paulo Moreira Lopes às 22:53
Quinta-feira, 29 de Dezembro de 2016

Um jovem sozinho não ri de nada; dois jovens riem de tudo; três ou mais jovens riem por tudo e por nada.


Índice:

publicado por Paulo Moreira Lopes às 22:52
Quarta-feira, 28 de Dezembro de 2016

Quando nos cedem a prioridade na estrada ficamos com a obrigação moral de fazermos o mesmo aos outros, pelo menos enquanto estivermos dentro do campo de visão do cedente.

 


Índice:

publicado por Paulo Moreira Lopes às 22:51
Terça-feira, 27 de Dezembro de 2016

À noite fazemo-nos de cadeirinha para que elas possam ver descansadas o filme do dia.

 


Índice:

publicado por Paulo Moreira Lopes às 08:27
Domingo, 25 de Dezembro de 2016

Aquele que é pontual nunca vê o adiantado chegar.


Índice:

publicado por Paulo Moreira Lopes às 12:53
Domingo, 25 de Dezembro de 2016

O homem que lê o jornal dentro do carro gosta de ser conduzido pelas notícias.


Índice:

publicado por Paulo Moreira Lopes às 11:23
Domingo, 25 de Dezembro de 2016

Uma mulher de pijama parece que não, mas está em trajes menores.


Índice:

publicado por Paulo Moreira Lopes às 11:17
Domingo, 25 de Dezembro de 2016

ervas-consoladas

Nascem nas consolas dos prédios.

 

V. N. de Gaia, 25 de dezembro de 2015.


Índice:

publicado por Paulo Moreira Lopes às 11:14
Domingo, 25 de Dezembro de 2016

Cresce como por encanto nas orelhas dos políticos.

 

Por Jorge Sousa Braga, publicado in O poeta nu [poesia reunida], Assírio & Alvim, 2.ª edição, abril de 2014, página 15, incluido na obra: De manhã vamos todos acordar com uma pérola no cu.


Índice:

publicado por Paulo Moreira Lopes às 09:11
Sexta-feira, 23 de Dezembro de 2016

Aqueles que estacionam em frente ao mar para fazerem uma sesta, especialmente ao domingo à tarde, imaginam-se deitados sobre uma cama de água.


Índice:

publicado por Paulo Moreira Lopes às 22:55
São factos do quotidiano, aparentemente sem qualquer importância, aos quais o autor dá a relevância do absoluto, do todo. É a sua obra-prima, sem prejuízo de outro entendimento.
mais sobre mim
Dezembro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9

11
13
14

24

26
31


Histórias mal contadas (Pré-publicação)
pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO
Visitantes