Sexta-feira, 03 de Março de 2017

A_BULA_FEVEREIRO_2017_JORGE SENA.jpg

PARECE que o pior já passou. Mesmo assim precisamos de estar atentos. Não podemos dispensar os nossos comprimidos literários mensais, pois é impossível viver sem poesia. Assim já o pensava Jorge Sena, que viveu no Porto na década de 1940, do séc. XX, e nos deixou a Coroa da Terra, de onde a professora Gilda Santos selecionou sete comprimidos. A ilustração é da autoria de Abigail Ascenso. Torna-se público que o titular da Autorização de Introdução no Mercado e Fabricante d’A BULA é o Correio do Porto e que foi aprovada pela última vez no dia 31 de janeiro de 2017.

 

Para fazer download clicar aqui.

 

Ver dobragem d’ A BULA  aqui.

 

§

 

Farmácias de Serviço:

Asa de Mosca
Biblioteca Pública Municipal do Porto – S. Lázaro
Duas de Letra
Estação Ferroviária de Porto-Campanhã (i point)
Intervalo
Livraria Utopia
Livraria Velhotes


Índice:

publicado por Paulo Moreira Lopes às 22:38
São factos do quotidiano, aparentemente sem qualquer importância, aos quais o autor dá a relevância do absoluto, do todo. É a sua obra-prima, sem prejuízo de outro entendimento.
mais sobre mim
Março 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

13
14
15
16
17

20
21
23
24

26
27
28
29
30
31


Histórias mal contadas (Pré-publicação)
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO
Visitantes