Sexta-feira, 12 de Maio de 2017

dilúvio.jpg

Uma boa alternativa à palavra autoclismo. 

 

Fiolhal, Carrazeda de Ansiães, abril 2017.


Índice:

publicado por Paulo Moreira Lopes às 12:00
Sábado, 15 de Abril de 2017

rua_duque_saldanha_bonfim_porto.jpg

 

O esplendor do azulejo aliado à sobriedade das formas. Perfeito.

 

Rua Duque de Saldanha, Bonfim, Porto.

 

Abril 2017.



publicado por Paulo Moreira Lopes às 15:30
Sexta-feira, 14 de Abril de 2017

arga-decore-esta-tina.jpg

Slogan das Tintas Arga


Índice:

publicado por Paulo Moreira Lopes às 19:25
Quinta-feira, 13 de Abril de 2017

por_sua_casa.JPG

Jogo de palavras com a expressão: por sua causa.


Índice:

publicado por Paulo Moreira Lopes às 13:33
Sábado, 18 de Março de 2017

Um dia chegou em casa dizendo que vira no campo dois dragões-da-independência cuspindo fogo e lendo fotonovelas.

A mãe botou-o de castigo, mas na semana seguinte ele veio contando que caíra no pátio da escola um pedaço de lua, todo cheio de buraquinhos, feito queijo mesmo.
Desta vez, Paulo não só ficou sem sobremesa como foi proibido de jogar futebol durante quinze dias.Quando o menino voltou falando que todas as borboletas da Terra passaram pela chácara de Siá Elpídia e queriam formar um tapete voador para transportá-la ao sétimo céu, a mãe decidiu levá-lo ao médico. Após o exame, Dr. Epaminondas abanou a cabeça:
– Não há nada a fazer, Dona Coló. Este menino é mesmo um caso de poesia.

 

Por Carlos Drummond de Andrade


Índice:

publicado por Paulo Moreira Lopes às 20:55

Fiz uma garrafa tão parecida que o quadro caiu no chão e só a garrafa é que se partiu.

 

Almada Negreiros in Sábado, revista n.º 671, 9 a 15 de março de 2017, página 35.


Índice: ,

publicado por Paulo Moreira Lopes às 18:21
Domingo, 12 de Março de 2017

-Decime, mamá… ¿amén es como enter?

(Pregunta de un niño de diez años tras ser llevado por primera vez a una misa católica)

 

Publicado in Poemas Plagiados da autoria (recolha dos poemas) de Esteban Peicovich.


Índice: ,

publicado por Paulo Moreira Lopes às 15:47
Terça-feira, 07 de Fevereiro de 2017

A poesia, tal como o amor, é um analgésico natural. O rótulo no frasco diz: "Restaura o assombro e a inocência."

 

Publicado in A poesia como arte insurgente, Relógio d'Água - janeiro de 2017, página 79.


Índice:

publicado por Paulo Moreira Lopes às 13:35
Terça-feira, 24 de Janeiro de 2017

Uma das principais razões para a Dinamarca se classificar tão bem em sondagens internacionais sobre a felicidade é o Estado-providência, pois reduz a incerteza, as preocupações e o stress da população. Pode dizer-se que a Dinamarca é o país mais feliz do mundo, ou pode dizer-se que a Dinamarca é o país menos infeliz do mundo. O Estado-providência é ótimo (não é perfeito, mas é bom) na redução da infelicidade extrema. Um sistema nacional de saúde universal e gratuito, educação universitária gratuita e subsídios de desemprego generosos, ajudam e muito na diminuição da infelicidade. Isto tem particular relevância para os desfavorecidos, um segmento da sociedade que se revela mais feliz na Dinamarca do que noutros países abastados.

 

Por Meik Wiking, in O livro do Hygge, edições Zero a Oito, janeiro 2017, página 274.


Índice:

publicado por Paulo Moreira Lopes às 21:01
Sábado, 12 de Novembro de 2016

INCREIBLE CÓMO UNA CARICATURA QUE HICE EN EL 2013, HOY RESULTÓ SER UN INVENTO REAL. MUY LINDA CASUALIDAD. Raúl Zuleta

invencao_igual_cartoon_zuleta

 

 

cartoon_zuleta

Comentário:

É a prova de que os artistas são inventores de uma realidade alternativa à convencional e que muitas vezes pode ser materializada, passando depois a se converter em convencional. Do mesmo modo, os inventores/cientistas também são artistas porque ajudam a transformar a realidade. O que hoje achamos normal/banal (roda/fogo, etc) foi uma grande invenção há milhares de anos feita por um artista/inventor. Parabéns Raúl Zuleta!


Índice: ,

publicado por Paulo Moreira Lopes às 10:53
São factos do quotidiano, aparentemente sem qualquer importância, aos quais o autor dá a relevância do absoluto, do todo. É a sua obra-prima, sem prejuízo de outro entendimento.
mais sobre mim
Julho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
27
28
29

30
31


Histórias mal contadas (Pré-publicação)
pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO
Visitantes