Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Histórias mal contadas

São factos do quotidiano, aparentemente sem qualquer importância, aos quais o autor dá a relevância do absoluto, do todo. É a sua obra-prima, sem prejuízo de outro entendimento.

Histórias mal contadas

São factos do quotidiano, aparentemente sem qualquer importância, aos quais o autor dá a relevância do absoluto, do todo. É a sua obra-prima, sem prejuízo de outro entendimento.

12.Jan.16

BOWIE: unidade de medida

 

Depois de ter viajado algumas semanas a ouvir música escolhida pelas estações de rádio, dei, um dia destes, com um disco de David Bowie (Best of Bowie) esquecido no leitor de CD do carro.

 

A partir daí, só deu Bowie (1947-2016).

 

A partir daí, o tempo mede-se em Bowie[1]. Vou de Gaia a Valongo em cinco Bowie. Para o escritório chegam-me dois Bowie e meio.

 

E o mesmo também se aplica ao espaço.

 

E às sensações, como é óbvio. O máximo Bowie é subir a VCI (A20), à noite (a partir das 20h), com pouco ou nenhum trânsito, embalado por Absolute Beginners (a ouvir-se antes do início da ponte do Freixo). É de ficar atirantado de vez.

 

Vila Nova de Gaia, 17 de março de 2013.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.