Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Histórias mal contadas

São factos do quotidiano, aparentemente sem qualquer importância, aos quais o autor dá a relevância do absoluto, do todo. É a sua obra-prima, sem prejuízo de outro entendimento.

Histórias mal contadas

São factos do quotidiano, aparentemente sem qualquer importância, aos quais o autor dá a relevância do absoluto, do todo. É a sua obra-prima, sem prejuízo de outro entendimento.

23.Abr.13

Ana Pereira


Esta rapariga não é daqui. Em criança foi bafejada pelos ventos do Índico e inundada pelas paisagens secas e de linhas direitas da África Austral. Ainda pequenita, instalou-se a oeste deste retângulo à beira Atlântico plantado. Só mais tarde, quando iniciou os estudos superiores, é que passou a conviver connosco. Vive de e para suspender imagens. E se forem daquelas em que se perde a vista, tanto melhor. 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.