Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Histórias mal contadas

São factos do quotidiano, aparentemente sem qualquer importância, aos quais o autor dá a relevância do absoluto, do todo. É a sua obra-prima, sem prejuízo de outro entendimento.

Histórias mal contadas

São factos do quotidiano, aparentemente sem qualquer importância, aos quais o autor dá a relevância do absoluto, do todo. É a sua obra-prima, sem prejuízo de outro entendimento.

11.Out.13

A obsessiva tirania do mental

 

Não tenho lido uma linha, mas mesmo assim, a minha cabeça não descansa suficientemente, mesmo banhando (?) os olhos na permanente tranquilidade azul da ria.

 

António Ramos Rosa, Ilha de Faro, 17 de julho de 1979, in JL de 2 a 15 de outubro de 2013, página 14.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.