Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Histórias mal contadas

São factos do quotidiano, aparentemente sem qualquer importância, aos quais o autor dá a relevância do absoluto, do todo. É a sua obra-prima, sem prejuízo de outro entendimento.

Histórias mal contadas

São factos do quotidiano, aparentemente sem qualquer importância, aos quais o autor dá a relevância do absoluto, do todo. É a sua obra-prima, sem prejuízo de outro entendimento.

24.Jul.15

Ao desafio com Inês Lourenço

Inês Lourenço

PERCORREMOS a obra publicada de Inês Lourenço de trás para frente e da frente para trás, desde Coisas que nunca, Logros Consentidos, passando por Câmara Escura e pela Disfunção Lírica, à procura de opiniões, conselhos e desabafos que a poetisa, sem querer, ou, quem sabe, intencionalmente, tivesse entrelaçado entre os versos. Recolhidas aquelas aparentes manifestações de vontade da autora, devolvemo-las em forma de pergunta. O repto foi aceite e aí estão as respostas a provar que os poetas têm uma outra linguagem e um outro olhar que não o do senso comum.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.